quinta-feira, 25 de maio de 2017

Carros famosos do cinema - DeLorean DMC-12 1981 - De volta para o futuro




Modelo: DeLorean DMC-12 1981
Filme: Trilogia - De volta para o futuro

O carismático Doctor Brown em “De volta para o futuro”, não só conseguiu construir uma máquina do tempo a partir de um carro, como foi além e deixou o DeLorean marcado por gerações, que até hoje, cultuam o veículo que ultrapassa as barreiras do tempo.

Mesmo após trinta anos de sua estreia nos cinemas, o DeLorean ainda faz sucesso e é disputado por fãs e colecionadores de raridades. Para quem nunca conseguiu ter a sua própria máquina do tempo; e sonha com as aventuras do Dr. Brown e Marty McFly, temos uma ótima notícia: o modelo voltará a ser produzido esse ano no Texas. O preço ainda não foi divulgado, mas deverá ficar próximo de US$ 100 mil.

O conceito do modelo DeLorean DMC-12 de 1981, foi pensado pelo engenheiro automotivo John Zachary DeLorean, um ex-executivo da General Motors. Com um chassi feito de aço inoxidável, o DMC-12 tinha motor V6 de 2.85 litros, usado também em carros da Peugeot, Renault e Volvo. O design foi elaborado por Giogetto Giugiaro, enquanto a engenharia do veículo ficou por conta da inglesa Lotus Cars.

Foram fabricados mais de 9000 modelos e até hoje, 6 mil ainda rodam pelas ruas.

5 Curiosidades sobre o DeLorean em De Volta Para o Futuro:

1 - No roteiro original do filme, a máquina do tempo seria uma geladeira. Mas Robert Zemericks e Bob Gale, ficaram com receio de que crianças poderiam imitar e ficarem presas dentro dos refrigeradores. Então escolheram o DeLorean, pelo seu design futurista.

2 - O Mr. Fusion, fonte de energia do carro, na verdade era um moedor de café da marca Krups.

3 - Para fazer a viagem no tempo, possibilitada pelo fluxo capacitor que ficava dentro do carro, o DeLorean precisava atingir a velocidade de 141 km/h.

4 - Nas cenas em que as portas eram congeladas, elas eram congeladas de verdade. Nos intervalos, as portas eram aquecidas com secadores de cabelo, para evitar que caíssem na cabeça dos atores e produtores.

5 - O clássico DeLorean usado nos três filmes, está exposto no Universal Studios de Hollywood. O modelo das cenas de ação, que envolvem o trem no terceiro filme está exposto no Universal Orlando. A terceira máquina do tempo, usada no terceiro filme e com os pneus de faixa branca, hoje está nas mãos de um homem que vive em New England. Uma série de réplicas particulares, já foram fabricadas por grandes fãs da trilogia.

Instagran: @autoficial ou https://www.instagram.com/autoficial/

Acesse nosso site: www.aut.com.br

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Curiosidades do mundo da velocidade – O primeiro Batmóvel - Batman



O primeiro Batmóvel da história, foi construído para uso próprio, por Forrest Robinson no ano de 1963. O jovem construtor de automóveis, na época com 23 anos, fez o seu Batmóvel em cima de um Oldsmobile 88 de 1956, com um motor Rocket 394 e design único.

O automóvel fez tanto sucesso, que a empresa Green Acres Ice Cream ligada à DC Comics, editora de personagens como Batman e Super-Homem, alugou o veículo para promover o Homem-Morcego no Leste dos EUA. A Green Acres Ice Cream alugou o carro até o final de 66, pouco antes das famosas réplicas do Batmóvel criado por George Barris, ficarem prontas para a série de TV.

Após o término do contrato, Robinson precisava de dinheiro para abrir um negócio e vendeu o Batmóvel por US$ 200.000,00, mas infelizmente o primeiro Batmóvel foi abandonado em Nova Hampshire por quase 50 anos. O Oldsmobile 88 permaneceu no esquecimento até 2008, quando foi descoberto pelo colecionador de carros Bobby Smith e chegou as mãos do historiador automotivo George Albright, que pesquisou a história e em fevereiro de 2013, vendeu o veículo para a Toy Car Exchance LLC, empresa especializada em restaurar carros antigos. Depois de restaurado, o veículo conquistou o primeiro lugar na categoria de carros feitos à mão, no Sacramento Autorama e foi leiloado no ano seguinte.

O primeiro Batmóvel da história, jamais foi utilizado no cinema e sim para fins promocionais.

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Carros famosos do cinema - Cadillac Miller Meteor Ambulance Fleetwood 1959 - Os Caça Fantasmas



Modelo: Cadillac Miller-Meteor Ambulance Fleetwood 1959
Filme: Os Caça Fantasmas (Ghostbusters).

Símbolo da franquia “Os Caça Fantasmas”, o Ectomóvel ou Ecto-1 é a viatura de emergência dos protagonistas. No filme o veículo foi comprado pelo dr. Ray Stantz em péssimo estado e necessitava de poucos reparos como forro, anéis de pistão, câmbio, suspensão, freios, direção, parte elétrica, para-choques e outras bobagens. Devido às suas habilidades mecânicas, Ray foi capaz de consertar e repintar (de preto passou a ser branco com detalhes vermelhos); e equipou com os dispositivos de trabalho do grupo.

A montadora Miller-Meteor era famosa por configurar os modelos da Cadillac, e a única autorizada pela marca a fazer os serviços. A empresa fazia station wagons exclusivamente para serem carros funerários ou ambulâncias, mas foram feitos também limousines de mesma carroceria. A linha Cadillac de 1959, era reconhecida por exuberantes rabos-de-peixe, sendo mantidos pela Miller-Meteor nos veículos adaptados e eram vendidos com motores V8, de 325cv e câmbio automático de 3 marchas, sempre os modelos com mais de 5,5 metros.

#VOCÊescolheAUT #aut #carrosfamososdocinema #voceescolheaut #oscaçafantasmas #caçafantasmas


Acesse nosso site: www.aut.com.br

domingo, 14 de maio de 2017

7 Curiosidades do dia das mães

Hoje comemoramos o dia do amor incondicional e para celebrar essa data, separamos 7 curiosidades sobre o dia das mães.

História do Dia das Mães.

A data como conhecemos hoje é uma criação moderna. Uma jovem professora americana, Anna M. Jarvis (1864-1948), perdeu sua mãe em 1905 e entrou em profunda depressão. Preocupadas com tanto sofrimento, algumas amigas tiveram a ideia de perpetuar a memória da mãe de Anna com uma festa. Mas Anna queria que a homenagem fosse estendida a todas as mães, vivas ou mortas. Passou a escrever longas cartas a políticos, empresários, comerciantes e religiosos sugerindo a criação de um dia em homenagem às mães. Em 1908, algumas igrejas de sua cidade, Grafton (Virgínia), e da Filadélfia, onde ela também já tinha morado, escolheram o dia 10 de maio – um dia depois da data de aniversário da morte da senhora Jarvis – para lembrar as mães. Em 1910, a Virgínia foi o primeiro Estado a festejar oficialmente o Dia das Mães. No ano seguinte, quase todos os Estados americanos seguiram a ideia.

Significado da palavra Mãe

A palavra grega “meter” e palavra sânscrita “mantra” podem significar “mãe” e “medida”.

No Brasil

No Brasil, a data foi oficializada em 1932, pelo então presidente Getúlio Vargas. Antes disso, desde 1918, o Dia das Mães já era comemorado pela Associação Cristã de Moços. Aqui, assim como nos Estados Unidos, na Itália e no Japão, a data não é fixa: comemora-se no segundo domingo de maio.

Grécia

Prestar uma homenagem às mães é uma tradição bastante antiga. Na Grécia, havia uma festa em honra a Reia, mãe dos deuses.

Sérvia

O Dia das Mães é comemorado de maneira inusitada na Sérvia. A data é celebrada em dezembro, dois domingos antes do Natal. As mães são amarradas por seus filhos, e só podem ser soltas após darem presentes e doces para as crianças. No domingo seguinte é comemorado o Dia dos Pais, de maneira semelhante.

Bast

Os antigos egípcios acreditam que “Bast” era a mãe de todos os gatos do mundo e que os gatos eram animais sagrados.

Romanos

Os romanos faziam uma grande festa no início de março chamada “Matronalia”. Na Idade Média, os ingleses celebravam o “Mothering Day”. As pessoas mais pobres moravam na casa de seus patrões e ficavam longe de suas casas. Por isso, nesse dia, elas tinham o direito de ir até os seus lares e ficar junto de suas mães.
#VOCÊescolheAUT


quarta-feira, 10 de maio de 2017

MAIO AMARELO – ATENÇÃO PELA VIDA

O movimento mundial, foi idealizado para alertar o poder público e a sociedade, sobre o crescente índice de mortes e feridos no trânsito.

No nosso país, morrem mais de 50 mil pessoas por ano em acidentes de trânsito e outras 440 mil, ficam com alguma sequela permanente. Por isso a AUT apoia o Movimento Maio Amarelo e pede atenção pela vida a todos, seja você pedestre, ciclista, motociclista ou motorista, a vida vem em primeiro lugar.

A mudança desse cenário depende de todos, pois é necessário aumentar as condições de segurança, compartilhar atitudes positivas e acima de tudo, incentivar a sociedade a se mobilizar em ações para um trânsito seguro.

Pedestre: Sempre tem a preferência de circulação, mas ainda sim é vulnerável a acidentes e deve seguir regras como, atravessar na faixa, circular pela calçada, evitar falar no celular enquanto caminha e sempre olhar para os dois lados antes de atravessar a rua.

Ciclista: Conheça e siga as regras de trânsito, use acessórios de segurança, nunca ande pela contramão dos outros veículos e prefira ciclovias.

Motociclista: Use sempre acessórios de segurança, pilote com cautela, veja, seja visto e evite “costurar” no trânsito, pois esse tipo de manobra põe em risco a vida do motociclista e de todos os usuários da via. Respeite os semáforos e limites de velocidade.

Motorista: Respeite os semáforos, de preferência ao pedestre, não ultrapasse os limites de velocidade e se beber, não dirija. Evite ultrapassagens em locais proibidos e não faça manobras arriscadas.

Saiba mais: http://www.aut.com.br/

#VOCÊescolheAUT

quarta-feira, 3 de maio de 2017

CUIDADOS AO DIRIGIR NA CHUVA
Dias de chuva são sinônimos de perigo devido a baixa visibilidade, pista escorregadia e a temida aquaplanagem, por isso o motorista deve tomar cuidado e dirigir com cautela.
Separamos 7 dicas de como agir em situações de chuva forte:
- PISTA LISA: Mantenha as duas mãos no volante o tempo todo, pois com a pista lisa é necessário ter ainda mais controle sobre o carro;
- AQUAPLANAGEM: Se houver uma fina camada de água sobre a pista, diminua a velocidade e mantenha a direção reta;
- REDUZA A VELOCIDADE: Siga de acordo com a velocidade da via, se houver necessidade diminua mais; Siga os demais carros que estão na pista. Se houver algum buraco na estrada, a chuva impossibilitará a visão deste;
- PNEUS EM DIA: Pneus carecas e velhos são perigosos em diversas situações; e o risco aumenta em dias de chuva, por isso mantenha as trocas em dia, verifique sempre se os sulcos estão do tamanho correto e calibre os pneus periodicamente;
- DIREÇÃO SEGURA: Não faça ultrapassagens e manobras arriscadas, mantenha uma distância segura do veículo a sua frente, pois em caso de acidente, você terá tempo de desviar.
- FARÓIS: Mesmo durante o dia, ascenda os faróis, pois eles ajudam a sua visibilidade e de outros motoristas.
- NÃO SE ESQUEÇA: Em casos de chuva muito forte, procure um local seguro e estacione o seu veículo. Sua segurança está em primeiro lugar!

PRODUTOS PARA MAIOR VISIBILIDADE, EM DIAS DE CHUVA A AUT possui produtos de alta tecnologia, que garantem uma melhor visibilidade em dias de chuva. Estamos falando da linha AUT VISÃO TOTAL, que é composta por três produtos exclusivos.

Visão Total Reservatório do para-brisa: É um limpa vidros neutro e isento de sais, indicado para remoção de fuligem e resíduos que aderem ao para-brisa, proporcionando melhor visibilidade ao dirigir. Visão Total limpa vidros, não afeta a pintura do veículo, lubrifica e prolonga a vida útil das palhetas devido a sua exclusiva fórmula com silicone. Veja o vídeo que comprova a eficácia do produto: https://www.youtube.com/watch?v=5tgj6EDjYYc

Visão Total Antiembaçante: Evita o embaçamento dos vidros internos dos veículos, viseiras de capacetes, espelhos de banheiro e vidros em geral, atua contra o embaçamento em razão de variações climáticas. Sua ação rápida e eficaz, garante visibilidade total e proporciona segurança ao dirigir.

Visão Total Impermeabilizante: Produto especialmente desenvolvido para uso externo em para-brisas e vidros em geral. Dispersa a água da chuva e melhora a visibilidade. Possui alta estabilidade. Não trinca, descasca ou altera a transparência do vidro quando aplicado e é considerado um item de segurança. Veja o vídeo que comprova a eficácia do produto:  https://www.youtube.com/watch?v=dnvEttPC6E8

Saiba mais em: http://www.aut.com.br


#VOCÊescolheAUT

sexta-feira, 31 de março de 2017

FROTA DESATIVADA: Veículos com mais de 10 anos sem licenciamento terão 'baixa' automática.

O Contran (Conselho Nacional de Trânsito) publicou nesta quinta-feira (30), uma resolução para manter atualizado o registro nacional de veículos. A partir de hoje, veículos sem licenciamento há mais de 10 anos e com mais de 25 anos de fabricação poderão ter baixa automática.
Anteriormente, a baixa do registro de veículos era feita apenas em casos de veículos desmontados, irrecuperáveis ou então vendidos como sucata. Os veículos tinham o registro VIN do chassis e placas destruídas; e o Renavam cancelado.
Como será feita a baixa automática
É de responsabilidade do Detran, notificar os proprietários até 60 dias antes do final do prazo de 5 anos de inclusão do veículo no cadastro de "frota desativada". Essa notificação será feita por correio ou pelo aplicativo do Sistema de Notificações Eletrônicas.
Os proprietários ainda terão mais 60 dias depois do prazo para regularizar o veículo, quitando as dívidas. Depois disso, haverá outra notificação, desta vez por meio de publicação na imprensa oficial ou em jornal de grande circulação. A regularização ainda poderá ser feita até 30 dias depois da última publicação. Se não houver resposta, o veículo será "baixado" definitivamente do registro nacional.
Quem fica fora
Veículos com pendências administrativas, judiciais ou que estiverem à disposição de autoridade policial.
Multa por infração a resolução
A multa para quem for flagrado com um veículo da "frota desativada", é de R$ 293,47 e o veículo será apreendido; e o motorista recebe 7 pontos na carteira de habilitação (infração gravíssima). Se o veículo for enquadrado como "frota desativada" , não será possível regularizar a situação.
Documentos para fazer a baixa do veículo
O proprietário deve fazer uma requisição no Detran local, munido de documento pessoal, CPF, comprovante de endereço, certificado de registro (CRV), licenciamento original e em dia, recorte com numeração do chassi e placas.
Para fazer a baixa é preciso quitar débitos. Caso o proprietário não esteja mais com o veículo, nem com os documentos, a nova resolução permite que a baixa seja feita sem estes documentos mediante a um termo de responsabilidade civil e criminal com firma reconhecida.